Proposta de Planejamento Assessoria e Formação para Dirigentes Sindicais

Vivência Formativa Inicial par Dirigentes Sindicais

 

 Considerando os desafios da atual conjuntura e o nível de exigência que se apresenta aos Dirigentes Sindicais é que apresentamos a presente proposta de acordo com o que segue:

Objetivos:

   Aprofundar/Despertar a percepção e consciência crítica sobre o papel do Dirigente Sindical e as possibilidades de construção coletiva no conjunto da gestão e com as bases.

Metodologia:

   Nossa proposta metodológica será participativa e prevê a construção de novos conhecimentos a partir das experiências acumuladas e realidade de cada individuo, bem como a valorização de toda forma de conhecimento trazida pelo grupo utilizando atividades práticas, recursos audiovisuais e aplicação de situações simuladoras do cotidiano, trabalhando a des-mecanização dos sentidos e potencialização dos processos criativos com utilização de textos e referencias teóricos relacionados aos temas.

Percurso Formativo (12 horas de atividades):

1º dia – 6 horas:

  • Abertura

  • Análise Engajada de Conjuntura

  • História do Movimento Sindical no Brasil

  • Desafios à atividade sindical

  • Ética e o papel do dirigente sindical

  • Pratica de análise de conjuntura

  •  

2º dia – 6 horas:

  • Introdução e contribuição das linguagens artísticas como estratégia

  • de construção coletiva de Ações de Resistência.

  • Metas e objetivos de gestão

  • Iniciação ao Planejamento

  • Avaliação e Encerramento.

Proposta de Atividade de Planejamento Participativo

para Gestores e Dirigentes Sindicais 

 

"O desafio não está nem no ponto de partida nem chegada, mas na travessia”

Guimarães Rosa.

 

  A conjuntura politica e econômica do país se apresenta de tal forma que nos faz entender que urge a necessidade de realizarmos ações estruturadas para intervir de modo substancial e eficaz na luta pela manutenção dos direitos das trabalhadoras e trabalhadores do país.

  O atual governo joga duro contra o povo brasileiro e com a classe trabalhadora, atacando direitos fundamentais conquistados historicamente e nesse sentido é real a necessidade de pensarmos ações de resistência para que as instituições que lutam por direitos possam fortalecer a participação e ações de mobilização e dessa forma criarmos ferramentas para fazer o enfrentamento.

   Os sindicatos foram e são as instituições que podem e devem criar mecanismos de resistência e luta capaz de reverter este trágico cenário. Assim sendo, queremos ofertar com esta proposta de caráter formativo uma revisão ou uma reordenação dos planos de ações da atual gestão, repensando o papel do dirigente sindical e ampliando os conceitos acerca de planejamento, de unidade e de comunicação para que possamos fazer o enfrentamento para a resistência de fato de forma eficaz. 

   Propomos aqui dois momentos que estão imbricados; um momento de formação seguido de atividades de planejamento voltada para dirigentes sindicais da executiva, dirigentes da base e, se possível, envolver os setores da sociedade civil organizada, coletivos etc. com o intuito de construir ações planejadas para que seja consolidado um modelo de gestão mais participativa, transparente e combativo.

   Os desafios a serem superados são grandes e neste sentido que apresentamos a presente proposta de acordo com o que segue:

Objetivos:

  • Desenvolver coletivamente o Planejamento das atividades e ações para segundo semestre de junho a dezembro de 2019.

  • Unificar os dirigentes da atual gestão para que coletivamente possam identificar problemas e propor ações de intervenção e resistência frente a conjuntura politica e econômica atual, fortalecendo e empoderando os dirigentes para a consolidação de uma gestão de participativa de fato e de direito.

  • Priorizar Desafios para o período acima determinado;

  • Identificar Problemas;

  • Elencar Resultados;

  • Montar Plano de Ação por segmento da Direção Executiva do sindicato.

  • Montar Plano de Ação que envolva as bases;

Metodologia:

  • Nossa proposta metodológica será participativa e prevê a construção de novos conhecimentos a partir das experiências acumuladas e realidade de cada individuo, bem como a valorização de toda forma de conhecimento trazida pelo grupo utilizando atividades práticas, recursos audiovisuais e aplicação de situações simuladoras do cotidiano, trabalhando a des-mecanização dos sentidos e potencialização dos processos criativos com utilização textos e referencias teóricos relacionados aos temas.

Percurso Formativo:

1º dia – 6 horas

  • Abertura e análise de conjuntura com Presidente da Instituição (ou convidado) com destaque às principais áreas de atuação do sindicato que demanda ações de intervenções planejadas.

  • Breve histórico do Movimento Sindical no Brasil

  • Gestão Político Sindical 

  • Elementos do planejamento

 

2º dia – 6 horas:

  • Desafios à atividade sindical

  • Ampliando o conceito de objetivos e metas.

  • Metas e objetivos da atual gestão

  • Atores sociais e cenários

  • Contribuição das linguagens como estratégia de construção coletiva de Ações de Resistência.

 

3º dia – 6 horas:

  • Planejamento participativo e Ação Sindical

  • Plano de Ação e Estratégias

  • Montar Plano de Ação por Segmento envolvendo ações nos coletivos

 

4º dia – 6 horas

  • Planejamento participativo e Ação Sindical

  • Plano de Ação e Estratégias

  • Apresentação do Planejamento

  • Avaliação e Encerramento

REGISTROS DE FORMAÇÃO

Para maiores Informações contate-nos!